Cerrado do Piauí está com clima favorável à agricultura

Publicada em 19 de Março de 2017 às 09h50 .

Fazenda Guajuvira, em Uruçuí, a 450 km de Teresina. Feliz da vida, Enéas mostra parte dos 500 hectares de arroz, 3 hectares mil de soja e 3 mil de milho que deve colher este ano.

A fartura é resultado do aumento da área plantada. E não só na fazenda do Enéas. No cerrado piauiense, a área de cultivo passou, de 1,2 milhão hectares ano passado, para 1,4 milhão hectares este ano. As chuvas ajudaram também.

Com as chuvas ajudando, os produtores do cerrado piauiense não estão perdendo tempo. Logo depois que as colheitadeiras passam retirando a soja do campo, na mesma área, aproveitam a chamada palhada da soja, e outras máquinas veem adubando e plantando milho. Se tudo continuar correndo direitinho, vai ter colheita em junho deste ano.

Segundo o IBGE, este ano, o Piauí deve colher quase 4 milhões de toneladas de grãos. A maior parte, de soja. 2,1 milhões toneladas; um crescimento de 226%.

Boa parte dessa produção, vai para o mercado asiático. Porém, no Piauí, o problema ainda é fazer esta safra chegar até um porto.

A principal via de escoamento é a Transcerrado. São 340 km, entre os municípios de Sebastião Leal e Gilbués, até a BR-135. O problema é que, de asfalto mesmo, a estrada não tem 30 km. Daí para frente, 150 quilômetros de buracos.

O drama dos caminhoneiros pesa no orçamento dos produtores também. Quem aceita fazer o serviço cobra o frete mais caro.














Fonte: Globo Rural

Comente Através do Facebook

Desenvolvido por: